Marketing social para doação de sangue: análise da predisposição de novos doadores

  • Barboza S
  • Costa F
N/ACitations
Citations of this article
15Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Este artigo objetiva compreender os fatores motivacionais que influenciam os indivíduos a doarem sangue, com a finalidade de subsidiar as ações de marketing social orientadas à captação de novos doadores. Com base em uma revisão teórica, um modelo de hipóteses foi elaborado, para análise de influências e interações de construtos na formação da predisposição das pessoas a serem doadores de sangue. Foi feito o levantamento de campo por meio de um questionário estruturado, junto a uma amostra de 346 pessoas. Para análise, foram usadas técnicas de análise descritiva, avaliação de consistência psicométrica e modelagem de equações estruturais com estimação por mínimos quadrados parciais. Como resultados, verificou-se principalmente que há uma influência negativa do medo e positiva do grupo de referência na predisposição dos sujeitos em doar sangue. Isso indicou que as ações de marketing social para a doação de sangue são mais eficientes em incentivar novos doadores se mantiverem foco nesses dois fatores.Este artículo tiene como fin comprender los factores motivacionales que incentivan a las personas a donar sangre, con el fin de subsidiar las acciones de marketing social orientadas a atraer nuevos donantes. A partir de una revisión teórica, se desarrolló un modelo de hipótesis para el análisis de las influencias e interacciones de constructos en la predisposición de las personas para ser donantes de sangre. Se realizó un estudio de campo, usando un cuestionario estructurado con una muestra de 346 sujetos. Para el análisis, se utilizaron técnicas de análisis descriptivo y de consistencia psicométrica, además de la técnica de un modelo de ecuaciones estructurales, con una estimación por mínimos cuadrados parciales. Como resultado, se comprobó principalmente que hay una influencia negativa del miedo y una influencia positiva del grupo, en lo que se refiere a la predisposición de las personas para que donen sangre. Esto indicó que las acciones de marketing social para donar sangre pueden ser más eficaces si incentivan a los nuevos donantes, considerando estos dos factores señalados.This article aims to understand the motivational factors that influence individuals to donate blood, in order to support the social marketing measures for recruiting new donors. Based on theoretical research, a structural model was developed to analyze influences and interactions of constructs in individuals’ intentions to donate blood. A field survey used a structured questionnaire with a sample of 346 individuals. The analysis included descriptive analysis, evaluation of psychometric consistency, and structural equation modeling with partial least squares estimation. Fear showed a negative influence and the reference group a positive influence on individual predisposition to donate blood. This indicated that social marketing for blood donation can be more effective in encouraging new donors if it remains focused on these two factors.

Cite

CITATION STYLE

APA

Barboza, S. I. S., & Costa, F. J. da. (2014). Marketing social para doação de sangue: análise da predisposição de novos doadores. Cadernos de Saúde Pública, 30(7), 1463–1474. https://doi.org/10.1590/0102-311x001

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free