Nem holismo nem individualismo metodológicos: Marcel Mauss e o paradigma da dádiva

  • Caillé A
N/ACitations
Citations of this article
31Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

O artigo se situa no contexto da crítica ao utilitarismo que vem sendo conduzida, desde o início dos anos 80, um grupo de intelectuais reunidos em torno do MAUSS — Movimento Antiutilitarista nas Ciências Sociais, c idéias são divulgadas pela La Revue du MAUSS, publicada pela Editora La Découverte, em Paris. Alain C procura resgatar a importância de Marcel Mauss no interior da escola sociológica francesa, ressaltand contribuição deste autor clássico na sistematização inicial do paradigma do dom, que subsiste na modernid como o demonstram, em várias oportunidades, os colaboradores deste movimento antiutilitarista. Para paradigma do dom constitui o fundamento necessário de criação de uma teoria paradoxal e pluridimensiona ação, capaz de resolver a dicotomia clássica entre holismo e individualismo. No entanto, ressalta o direto Revue du MAUSS, na constituição do novo paradigma, as imbricações entre o dom e o simbolismo a permanecem imprecisas e algo misteriosas.

Cite

CITATION STYLE

APA

Caillé, A. (1998). Nem holismo nem individualismo metodológicos: Marcel Mauss e o paradigma da dádiva. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 13(38), 5–38. https://doi.org/10.1590/s0102-69091998000300001

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free