Assistência aos portadores de feridas: caracterização dos protocolos existentes no Brasil

  • Dantas D
  • Torres G
  • Dantas R
N/ACitations
Citations of this article
14Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

As feridas crônicas causam imensos problemas, dor permanente, incapacidade, gastos financeiros, afastamento do trabalho e alterações psicossociais em portadores e familiares. Este artigo objetivou caracterizar os protocolos de assistência aos portadores de feridas existentes no Brasil quanto ao ano, local de publicação, tipo de intervenção e nível de atenção, tipo de lesões abrangentes e estruturação. O presente estudo consistiu de uma pesquisa exploratório-descritiva, realizada na Biblioteca Virtual em Saúde e protocolos disponíveis eletronicamente. A coleta de dados ocorreu em maio/2011, usando-se os descritores "feridas" e "protocolos". Foram selecionados trabalhos completos, publicados entre 2004 e abril/2011. Os dados foram coletados com a utilização de um formulário incluindo ano de publicação, local, tipo de intervenção (prevenção ou tratamento) e nível de atenção (atenção básica e de alta complexidade), tipo de lesão e estruturação do protocolo. Durante a coleta foram encontrados oito trabalhos. Os dados foram apresentados em forma de quadro esquemático. Os protocolos tratavam dos itens avaliação do portador e da lesão, procedimentos para realização do curativo e treinamento dos profissionais e educação do paciente, do cuidador e do familiar. Concluiu-se que as feridas necessitam da utilização de protocolos clínicos para padronização das ações de assistência, no sentido de favorecer o processo cicatricial.(AU)

Cite

CITATION STYLE

APA

Dantas, D. V., Torres, G. D. V., & Dantas, R. A. N. (2012). Assistência aos portadores de feridas: caracterização dos protocolos existentes no Brasil. Ciência, Cuidado e Saúde, 10(2). https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v10i2.8572

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free