AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE NITRATO NAS ÁGUAS MINERAIS PRODUZIDAS NA REGIÃO DA GRANDE NATAL

  • Nóbrega M
  • Araújo A
  • Santos J
N/ACitations
Citations of this article
6Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

RESUMO A Região Metropolitana de Natal, no estado do Rio Grande do Norte, é detentora de grandes reservas de águas subterrâneas pertencentes ao aqüífero Dunas/Barreiras. Essas águas são utilizadas pela população para seu abastecimento e consumo industrial. Além disso, essas reservas possuem características de águas minerais, localizando-se principalmente nos municípios de Parnamirim e Macaíba na região sul e no município de Extremoz, na parte norte. Em contrapartida, o crescimento urbano acelerado da Grande Natal, associado com a falta de esgotamento sanitário e drenagem adequada, resultaram no aporte de carga contaminante originária, principalmente, de fossas e sumidouros domésticos em direção às águas do aqüífero. Este artigo tem como finalidade avaliar as concentrações de nitrato nas fontes de águas minerais, tomando-se como base a proximidade de poços contaminados por esses teores. Para isso, basicamente, se comparou dados que representavam concentrações de NO3- em águas minerais, com teores de nitrato pertencentes à poços de abastecimento público ou particulares da região circunvizinha a essas águas, ambos obtidos através dos projetos de Iniciação Científica desenvolvidos no CEFET-RN. As atividades que fizeram parte da realização do trabalho foram constituídas pela localização da área de estudo, seleção dos poços a serem analisados, análises laboratoriais do íon nitrato, tabulação e tratamento dos dados obtidos, além das considerações a respeito da qualidade das águas subterrâneas. Através dos resultados obtidos foi possível demonstrar a que níveis de concentração de nitrato estão os poços produtores de água mineral, destacando-se dois, dos dez selecionados, que apresentaram valores acima de 10 mg/L. PALAVRAS-CHAVE: água mineral, águas subterrâneas, aqüífero Dunas/Barreiras, contaminação, nitrato e Região Metropolitana de Natal. EVALUATION OF NITRATE CONCENTRATIONS ON MINERAL WATERS PRODUCED IN THE METROPOLITAN REGION OF NATAL ABSTRACT The Metropolitan Region of Natal, located in the state of the Rio Grande do Norte, is detainer of great reserves of groundwater from Dunas/Barreiras aquifer. These waters are used by the population for your supplying and industrial consumption; moreover these reserves possess mineral water characteristics, situated mainly in the cities of Parnamirim and Macaíba, in the south region, and in the city of Extremoz, in the part north. However, the fast urban growth of Natal, associate with the lack of sanitation and drainage, has caused the increase of contamination, mainly by the infiltration of septic tanks effluents in soil. The presented work has as main purpose the evaluation of nitrate concentrations in the mineral water sources, taking in consideration the proximity of wells already contaminated by nitrate. For this, data of nitrate concentrations in mineral waters were compared with those from wells of the public or private supplying from the surrounding region. The work comprised the localization of the study area, selection wells to collect samples, laboratory analyses of the ion nitrate, treatment of data, and the global evaluation of underground waters quality. Through the results was possible to demonstrate the levels of nitrate concentration on mineral water wells, including two with concentration higher than 10 mg/L. KEY WORDS: mineral water, underground waters, aquifer Dunas/Barreiras, contamination, nitrate and Metropolitan Region of Natal.

Cite

CITATION STYLE

APA

Nóbrega, M. M. S. da, Araújo, A. L. C., & Santos, J. P. dos. (2009). AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE NITRATO NAS ÁGUAS MINERAIS PRODUZIDAS NA REGIÃO DA GRANDE NATAL. HOLOS, 3, 4. https://doi.org/10.15628/holos.2008.221

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free