CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE VINHOS BRANCOS DA REGIÃO NOROESTE DE SÃO PAULO

  • Castilhos M
  • Del Bianchi V
N/ACitations
Citations of this article
12Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Os vinhos brasileiros são apreciados pelos consumidores por apresentar aroma e gosto suave e frutado típico das cultivares Vitis labrusca. Essas espécies, diferentemente das Vitis vinifera, não necessitam de estruturas tecnológicas diversificadas para o processo de vinificação e, além disso, não apresentam períodos de entressafra, aumentando a produtividade. O processo de vinificação dessas cultivares difere do processo referente às uvas viníferas principalmente no que se refere à etapa de envelhecimento, muitas vezes inexistente, influenciando na cor e no teor de compostos fenólicos dos vinhos de mesa. Além da tecnologia de vinificação, o estágio de maturação da uva e as condições ambientais de produção influenciam na qualidade química e sensorial dos vinhos dessas cultivares. Nesse sentido, o objetivo central desse artigo é analisar a qualidade de vinhos brancos provenientes de vinícolas da região noroeste do estado de São Paulo, por meio de determinações físico-químicas e caracterização de perfil sensorial. Três vinhos dessa região (dois brancos de mesa e um branco fino) foram avaliados por meio de métodos analíticos e sensoriais. Os dados foram analisados estatisticamente por aplicação de testes estatísticos paramétricos, não-paramétricos e por Análise de Componentes Principais (ACP). Observaram-se diferenças significativas (P

Cite

CITATION STYLE

APA

Castilhos, M. B. M. de, & Del Bianchi, V. L. (2011). CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E SENSORIAL DE VINHOS BRANCOS DA REGIÃO NOROESTE DE SÃO PAULO. HOLOS, 4, 148. https://doi.org/10.15628/holos.2011.611

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free