Conforto térmico em salas de aula: revisão sistemática da literatura

  • Perillo P
  • Campos M
  • Abreu-Harbich L
N/ACitations
Citations of this article
9Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Durante os anos escolares, as pessoas passam grande parte do tempo no ambiente escolar, onde a qualidade dessas edificações é essencial para a manutenção da saúde dos usuários e do consumo energético. Considerando a variabilidade de fatores que compõem o estudo do conforto térmico de seres humanos e os vários índices de avaliação do conforto térmico encontrados na literatura, faz-se necessário estudos agregativos que classifiquem e avaliem essas diferenças. Este artigo objetiva analisar as principais publicações sobre conforto térmico em salas de aula por periódicos indexados para gerar informações importantes que auxiliem pesquisadores e profissionais da área de arquitetura e engenharias. A partir do Mapeamento Sistemático (Systematic Mapping Studies - SMS) e posterior Revisão Sistemática da Literatura (Systematic Literature Review - SLR), foi possível identificar os métodos utilizados pelos pesquisadores, as estratégias de climatização dos ambientes analisados, o valor amostral e os resultados encontrados. Os estudos que utilizam o modelo Adaptativo (ATC – Adaptive Thermal Comfort) têm maior compatibilidade com as sensações térmicas dos usuários que os estudos que utilizam o modelo Racional (RTC – Rational Thermal Comfort). Em regiões de clima tropical, deve-se considerar a adaptação do usuário ao clima, bem como a aplicação de mais de um método de avaliação de conforto para verificar qual o método mais adequado. Esses resultados expressam a necessidade se serem realizadas pesquisas futuras sobre esse tema no Brasil, bem como a divulgação em revistas internacionais indexadas.

Cite

CITATION STYLE

APA

Perillo, P. J. L., Campos, M. A. S., & Abreu-Harbich, L. V. de. (2017). Conforto térmico em salas de aula: revisão sistemática da literatura. PARC Pesquisa Em Arquitetura e Construção, 8(4), 236–248. https://doi.org/10.20396/parc.v8i4.8650268

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free