Infecção secundária e persistente e sua relação com o fracasso do tratamento endodôntico

  • Lacerda M
  • Coutinho T
  • Barrocas D
  • et al.
N/ACitations
Citations of this article
5Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Objetivo: O objetivo da presente revisão de literatura foi discutir a relação entre a infecção secundária e a infecção persistente e o insucesso endodôntico. Material e Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica abrangendo artigos de revisão e de pesquisa, a partir de buscas em bases de dados SciELO, Periodicos CAPES, PubMed e MedLine utilizando os seguintes descritores: endodontia, periodontite periapical, infecção. Foram incluídos artigos publicados no período de 1990 a 2016 e escritos nas línguas inglesa e portuguesa. Além disso, os artigos foram selecionados após a leitura do seu resumo e a verificação da adequação do mesmo ao conteúdo dessa revisão. Resultados: A literatura atual parece concordar que a desinfecção inadequada do sistema de canais radiculares e mecanismos de adaptação e resistência microbiana desempenham papel importante no insucesso endodôntico. Porém, a mesma ainda é controversa com relação ao papel do E. faecalis nesses casos de insucesso. Conclusão: Pode-se concluir, dentro das limitações do presente estudo, que o respeito às técnicas endodônticas é fundamental para obter sucesso e que novos estudos, utilizando proteômica, podem contribuir para esclarecer quais os principais micro-organismos envolvidos, bem como seu mecanismo de ação.

Cite

CITATION STYLE

APA

Lacerda, M. F. L. S., Coutinho, T. M., Barrocas, D., Rodrigues, J. T., & Vidal, F. (2016). Infecção secundária e persistente e sua relação com o fracasso do tratamento endodôntico. Revistas, 73(3), 212. https://doi.org/10.18363/rbo.v73n3.p.212

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free