Análise da eficiência das regiões administrativas do Rio de Janeiro em função da mobilidade

  • Contursi C
  • De Oliveira R
  • Da Silva M
  • et al.
N/ACitations
Citations of this article
8Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

No intuito de contribuir com as discussões acerca da qualidade dos sistemas de transporte no município do Rio de Janeiro, o presente artigo investiga a eficiência de 24 das suas mais relevantes Regiões Administrativas em função da mobilidade. Essa investigação realiza-se por meio da Análise Envoltória de Dados (DEA), a qual estima a eficiência padrão de cada região, e por meio da Avaliação Cruzada, que ranqueia essas eficiências, bem como baseia-se no desempenho de dois indicadores: um de avaliação da eficiência social e outro de eficiência econômica das regiões. Esses indicadores mostram desempenho similar na DEA e bem diferentes na Avaliação Cruzada, evidenciando a discrepância das duas abordagens. Algumas regiões apresentam resultados discordantes (alta eficiência na DEA e baixa na Avaliação Cruzada), como Portuária e Realengo, e outras apresentam resultados equivalentes, como Centro, com alta eficiência, e Santa Cruz, com baixa, tanto na DEA quando na Avaliação Cruzada.

Cite

CITATION STYLE

APA

Contursi, C. M. B., De Oliveira, R. S., Da Silva, M. A. V., & Portugal, L. D. S. (2018). Análise da eficiência das regiões administrativas do Rio de Janeiro em função da mobilidade. TRANSPORTES, 26(3), 103–119. https://doi.org/10.14295/transportes.v26i3.1627

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free