Michel Foucault, Bruno Latour e algumas linhas de fuga na produção de conhecimentos

  • Hüning S
  • Guareschi N
N/ACitations
Citations of this article
6Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

O objetivo deste artigo é discutir algumas alterações que podem ser produzidas através do tra- balho de Michel Foucault e Bruno Latour no campo psi, assinalando aspectos que entendemos tornar possível e fértil tal articulação. Assim, em um primeiro momento do texto, reunimos questionamentos sobre as bases epistemológicas nas quais a psicologia se funda para tornar- se científica, bem como algumas problematizações sobre a dicotomia entre ciências naturais e humanas e sociais. Em um segundo momento, voltamos nossa atenção para os trabalhos de Foucault e Latour para discutirmos os rituais de produção e regulação dos discursos científicos. Com o intuito de trazer contribuições destes autores para o campo psi, na terceira parte do texto, apontamos algumas estratégias de visibilização do campo político na produção de conhecimento, indicando a necessidade da explicitação da rede de interesses envolvida nas ciências. Por fim, redirecionamos nosso olhar para a psicologia e a produção de subjetividades, apontando para a estreita relação entre a produção científica e a produção de modos de vida e de governo.

Cite

CITATION STYLE

APA

Hüning, S., & Guareschi, N. (2011). Michel Foucault, Bruno Latour e algumas linhas de fuga na produção de conhecimentos. Ciências Sociais Unisinos, 47(1), 64–71. https://doi.org/10.4013/csu.2011.47.1.07

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free