Modelo de Avaliação de Desempenho Organizacional para Pequenas e Médias Empresas

  • Passos C
  • Spers R
N/ACitations
Citations of this article
27Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

A partir dos anos 1980, muitas ferramentas para avaliação de desempenho organizacional foram criadas. No entanto, muitas delas atendem somente às grandes empresas e não fomentam resultados nas pequenas e médias empresas. Diante disso, esse artigo tem como objetivo propor um modelo de Avaliação de Desempenho Organizacional (ADO) no qual seja flexível e adaptável à realidade das PMEs, partindo-se do referencial teórico de diversos modelos e suas respectivas comparações com base nos critérios de três importantes autores para avaliação de ADO. A pesquisa tem caráter descritivo e exploratório, com natureza qualitativa. O Modelo MADE-O foi o modelo, que segundo os critérios descritos na bibliografia, melhor se enquadrou para as necessidades das PMEs, tendo sido utilizado como base para a criação da proposta de modelo apresentado neste estudo, com adaptações do modelo BSC. O Modelo chamado de Indicador de Desempenho Global – Enviroment (IDG-E) tem como principal diferencial, além da base dos modelos citados anteriormente, a avaliação do ambiente externo e interno com pesos ponderados nos módulos de ADO. Como a PME é caracterizada por ter poucos processos e pessoas, a pequena quantidade de indicadores de desempenho é outro aspecto positivo. Submetido à avaliação dos critérios apresentados pelos autores, o modelo se mostrou bastante factível para uso nas PMEs.

Cite

CITATION STYLE

APA

Passos, C. A., & Spers, R. G. (2015). Modelo de Avaliação de Desempenho Organizacional para Pequenas e Médias Empresas. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 13(04), 44–58. https://doi.org/10.5585/riae.v13i4.2093

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free