Saúde e espiritualidade na formação profissional em saúde, um diálogo necessário

  • Oliveira R
N/ACitations
Citations of this article
8Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

A cura e a prevenção de doenças sempre estiveram li-gadas a práticas religiosas, mas com o advento da medicina científica, esses aspectos foram desvinculados. Dessa forma, os profissionais de saúde passaram a ser formados pelo paradigma científico da modernidade, que determinou uma separação en-tre corpo e mente e entre ser humano e natureza. A religião, no entanto, não desapareceu. No século XXI, ela continua presen-te na vida das pessoas. Segundo pesquisa realizada pela Gallup, 79% da população brasileira se consideram religiosos. 1 Koenig verificou que 90% dos pacientes dizem que crenças religiosas e suas práticas são importantes maneiras pelas quais eles podem enfrentar e aceitar melhor as doen-ças físicas, e mais de 40% indicam que a religião é o fator mais importante que os ajuda nessas horas. 2 Assim, obser-va-se significativa influência da espiritualidade no processo saúde-doença. A dimensão da espiritualidade como tema de estudo vem recebendo atenção significativa em contextos de saú-de e qualidade de vida, sobretudo nos Estados Unidos, nos campos da psicologia da religião, medicina e enfermagem. Também na Europa, o interesse em tais estudos tem sido cres-cente. No Brasil, as investigações sobre esse tema vêm sendo desenvolvidas nas áreas da medicina e da enfermagem e con-firmam a íntima relação entre espiritualidade e resultados em saúde. As crenças religiosas e espirituais têm se demonstrado um recurso auxiliar no enfrentamento de eventos estressores, como o processo saúde-doença, e no tratamento da doença. Dessa forma, a espiritualidade é imprescindível na formação dos profissionais de saúde. Para a Association of American Medical Colleges (AAMC): Espiritualidade é reconhecida como um fator que contribui para a saúde de muitas pessoas. O conceito de espiritualidade é encontrado em todas as culturas e sociedades. Ela é expressa nas buscas individuais para um sentido último através da participação na religião e ou crença em Deus, família, naturalismo, racionalismo, humanismo, e nas artes. Todos esses

Cite

CITATION STYLE

APA

Oliveira, R. A. de. (2017). Saúde e espiritualidade na formação profissional em saúde, um diálogo necessário. Revista Da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 19(2), 54. https://doi.org/10.23925/1984-4840.2017v19i2a1

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free