USO DE ANÁLISE MULTICRITÉRIO PARA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS POTENCIAIS PARA CONSTRUÇÃO DE MARINAS

  • Porath P
N/ACitations
Citations of this article
8Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Esta pesquisa buscou o entendimento, planejamento e análise das atividades relacionadas à identificação de potenciais áreas para construção de marinas, tendo como área de estudo o município de Florianópolis-SC, local com grande aptidão ao turismo. Grande parte dessa aptidão está relacionada aos quase 70 km de extensão de praias e de outras áreas junto à natureza, que faz com que o turismo sazonal de verão seja intenso. Apesar da aptidão marítima, o município não explora adequadamente esses espaços, que poderiam ser úteis no transporte público e para a expansão do turismo náutico. Assim a partir dos conceitos explorados na revisão bibliográfica foi desenvolvido um método em ambiente de Sistemas de Informações Geográficas para análise de áreas costeiras visando a implantação de empreendimentos náuticos. De fato, o objetivo da pesquisa foi identificar geograficamente áreas propensas à implantação de marinas considerando a interferência antrópica e marinha. O método foi desenvolvido a partir das variáveis adotadas no modelo expressas em mapas temáticos. A edição e respectivo processamento dos dados geográficos de entrada ocorreram no ambiente de Sistema de Informações Geográficas e geraram-se dados derivados de interesse para a pesquisa. Os níveis temáticos (ambientais, legais, físico “terrestre e marinho”) manipulados no SIG, por meio do seu cruzamento, caracterizaram espacialmente as áreas potenciais para a implantação das marinas. O modelo de análise espacial adotado foi composto por três submodelos: Avaliação das Restrições Ambientais e de Infraestrutura, Identificação das Necessidades do Turismo Náutico e Identificação dos Aspectos Climáticos Incidentes. A lógica de cruzamento dos níveis temáticos foi estruturada pela teoria de álgebras Booleana e pelo “Analytical Hierarchy Process” (Análise Multicritério), sendo adotados pesos específicos para cada classe. O resultado se caracterizou na espacialidade de áreas que permitem ou não a construção das marinas, sendo ainda especificadas hierarquicamente quais áreas apresenta maior potencialidade para receber a marina segundo as variáveis adotadas pelo modelo. A partir do mapa final, o poder público municipal através da visualização espacial, baseado em princípios técnicos, terá melhores subsídios para analisar a implantação de empreendimentos náuticos.

Cite

CITATION STYLE

APA

Porath, P. H. M. (2013). USO DE ANÁLISE MULTICRITÉRIO PARA IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS POTENCIAIS PARA CONSTRUÇÃO DE MARINAS. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 2(2), 3. https://doi.org/10.19177/rgsa.v2e220133-26

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free