Skip to content

Ney Couteiro

  • Universidade Federal de Goiás
  • 1Following

About

Possui graduação em Composição pela Universidade Federal de Goiás e é mestrando em Perfomance Musical também pela UFG. Atua principalmente nas seguintes áreas: Produtor, arranjador, compositor, músico e educador. Aperfeiçoou-se em violão com o professor Henrique Pinto; em composição e harmonia com o mestre H. J. Koellreutter (Alemanha), Estécio Marques, Gunter Bauer e Henrique Morozowicz. Arranjo e orquestração com o maestro Ciro Pereira (Jazz Sinfônica) e o professor Beto Iannicelle (ULM) e regência com o maestro Elizeu Ferreira. Como educador, trabalhou por 7 anos na ULM (Universidade Livre de Música Tom Jobim SP) como professor de violão (individual e coletivo) e Teoria Musical. Acompanhou diversos artistas como: Vanessa da Mata, Consuelo de Paula, Dércio Marques, Sabah Moraes, Doroty Marques, Kátya Teixeira, entre outros. Lançou em 1997 seu primeiro CD, CONCERTORIA (gravadora CPC-UMES - distribuição ELDORADO), com músicas de sua autoria e parcerias. O CD, em 1998, foi considerado pela crítica de alguns jornais, como o melhor do ano, incluindo Concertoria melhor canção. Lançou em 2009 seu segundo CD SONHARES onde tem participações de vários intérpretes, como: Sabah Moraes, Katya Teixeira, Dércio Marques, Maira, Maria Eugênia, Fabiana Tavares, Tonzera, Alba Franco e outros. Como produtor, arranjador e diretor musical, realizou vários trabalhos em CDs: Sabah Moraes (Pedra - Indicado para o Premio Shap, Ave Encantadeira, O mundo é Cheio de Sons - indicado para o Premio TIM); Chico Aafa (Cantam em Si as Cigarras, Cio das Águas); Leonardo Lorena (Sol na Madeira) e outros. Dirigiu e arranjou os DVDs de Sabah Moraes e Almir Pessoa e shows. No teatro, é diretor musical, músico e arranjador do espetáculo “Abrazos” e “Theatro Muzical Profano”, e Diretor musicial e músico dos musicais “Puro Brasileiro” (7 anos em cartaz) e “Café Cantante Punhal Reluzente”, todos dirigidos por Marcos Fayad. Compôs o musical “Música do Coração” com textos do escritor Miguel Jorge e direção Marcos Fayad e “Ser Tão Grande” de Guimarães Rosa com adaptação e direção de Danilo Alencar. Compôs a trilha musical para os documentarios: “A Folia no Espirito da Música - 2009” e “Sonho de Humanidade - 2010” de Amarildo Pessoa; “Miguel Jorge, Escritor - 2010” de João Batista e do filme “Urubus - 2010”, de Taquinho. Como produtor musical, é dono do estúdio Concertoria, onde produz, arranja, grava, mixa e marteriza para cds e dvds com sistema ProTools e Logic Pro.

Following (1)

  • Werner Aguiar

    Werner AguiarEscola de Música e Artes Cênicas - Universidade Federal de Goiás