Brasil e OCDE: Avaliação da eficiência em Sistemas de Saúde.

  • Marinho A
  • Cardoso S
  • Almeida V
  • 15

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • N/A

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

Avaliamos a eficiência na provisão de serviços de saúde no Brasil, em comparação com os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Estimamos em que medida variáveis como esperança de vida ao nascer para homens; esperança de vida ao nascer para mulheres; índice de sobrevivência infantil; anos de vida recuperados para doenças transmissíveis; anos de vida recuperados para doenças não-transmissíveis; anos de vida recuperados para causas externas; tamanho da população; e área geográfica podem servir de representação para um serviço de saúde eficiente, dado o gasto per capita com saúde. As principais metodologias de avaliação utilizadas são as fronteiras de eficiência, calculadas em modelos de Análise Envoltória de Dados – Data Envelopment Analysis (DEA) – e de fronteiras estocásticas (stochastic frontiers), e os resultados não são totalmente desfavoráveis ao Brasil.

Author-supplied keywords

  • Data envelopment analysis (DEA)
  • Eficiência
  • OCDE
  • Serviços de saúde

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

There are no full text links

Authors

  • Alexandre Marinho

  • Simone de Souza Cardoso

  • Vivian Vicente de Almeida

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free