Considerações zoogeográficas sobre a fauna ibérica de Brachyura (Decapoda, Crustacea)

  • Almaça C
  • 3

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • N/A

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

Cerca de 7/10 das espécies ibéricas vivem tanto na parte atlântica como na mediterrânica dos mares da península. O menor contingente é de espécies exclusivamente Atlanto-Mediterrânicas e, na sua maioria, representado por espécies formadas no Mediterrâneo após a dessecação messiniana, que se expandiram para o Atlântico adjacente, atingindo vários pontos da costa portuguesa ou os arquipélagos da Madeira e das Canárias. A existência no Mediterrâneo, de uma fauna autóctone, para além de uma fauna colonizadora, que naturalmente proveio sobretudo do Atlântico adjacente, mostra que o Mediterrâneo deve considerar-se como uma província independente da Lusitânica.

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

There are no full text links

Authors

  • Carlos Almaça

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free