Dimensões da aprendizagem em organizações: validação do Dimensions of the Learning Organization Questionnaire (DLOQ) no contexto brasileiro

  • Menezes E
  • Guimarães T
  • Bido D
  • 50

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • N/A

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

Este artigo descreve resultados de um estudo que teve por objetivo validar a escala de medida de cultura de aprendizagem e sua relação com desempenho em organização brasileira. O instrumento dimensions of the learning organization questionnaire (Dloq) ou questionário das dimensões da organização que aprende, proposto por Marsick e Watkins (2003), foi traduzido da língua inglesa para a portuguesa e em seguida semanticamente validado. O questionário foi respondido por 566 empregados de uma organização do setor elétrico. Os dados foram coletados via intranet da organização pesquisada no segundo semestre de 2005. O instrumento, em sua versão completa, possui 55 itens, sendo 43 da cultura de aprendizagem e 12 do desempenho organizacional. O referencial teórico discute inicialmente conceitos de cultura de aprendizagem organizacional e apresenta estudos que utilizaram o Dloq em outros contextos. Na sequência, são discutidos conceitos de desempenho organizacional utilizados por Marsick e Watkins (2003) na construção do instrumento. A aplicação do Dloq no contexto brasileiro com sua versão completa apresentou validade convergente e confiabilidade adequada, no entanto não apresentou validade discriminante (CORRÊA; GUIMARÃES, 2006). Para resolver esse problema, neste estudo foi utilizada uma versão simplificada desse instrumento, criada por Yang (2003), chamado pela autora de Dloq-A. Essa versão é composta de 27 itens distribuídos nas sete dimensões da cultura de aprendizagem - oportunidades para a aprendizagem contínua, questionamento e diálogo, colaboração e aprendizagem em equipe, sistemas para capturar e compartilhar a aprendizagem, delegação de poder e responsabilidade, desenvolvimento da visão sistêmica da organização e estímulo à liderança estratégica para a aprendizagem - e nas duas dimensões do desempenho organizacional - desempenho financeiro e ganho de conhecimento organizacional. Os resultados deste estudo apresentaram validade convergente, validade discriminante, confiabilidade e validade de critério, além de ser parcimonioso. Dessa forma, conclui-se que o Dloq-A foi validado no contexto brasileiro. Os resultados da pesquisa mostraram que a cultura de aprendizagem explica 43% da variância do desempenho organizacional.

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

Authors

  • Elisabeth Aparecida Corrêa Menezes

  • Tomas de Aquino Guimarães

  • Diógenes de Souza Bido

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free