Ideologias do profissionalismo em disputa na magistratura paulista

  • Bonelli M
  • 16

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • 5

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

O artigo contrasta o ideário dominante no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, com o da Associação dos Juízes para a Democracia e com a imagem pública dos magistrados na mídia impressa. Vincula os diferentes conteúdos deste ideário com as teorias do profissionalismo cívico e do profissionalismo democrático A análise parte da concepção de que há uma pluralização das formas identitárias dos grupos profissionais, e que estas identificações resultam da construção negociada entre pares, competidores e público. Neste sentido, os periódicos dos grupos profissionais e a grande imprensa são instrumentais relevantes para se investigar o processo de negociação em torno da identidade profissional dos juízes. A base de dados é composta da análise de conteúdo de textos sobre juízes, ou escritos por eles, publicados no jornal Folha de S. Paulo, entre 1996 e 2002; da seção de noticiário e dos discursos publicados na Revista de Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, entre 1968 e 1997 e dos artigos do jornal Juízes para a Democracia, entre 1992 e 2002. Cada um desses acervos foi classificado em quatro grandes temas, focalizando o ideário profissional, a relação dos juízes com os outros poderes de Estado, a relação interprofissional e intraprofissional e os interesses expressos por eles. O estudo compara estas três bases, para formar um quadro amplo das identificações coletivas dos juízes e desembargadores de São Paulo.

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

Authors

  • Maria Da Gloria Bonelli

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free