Ninhos de abelhas sem ferrão (Hymenopera, meliponina) em uma região do rio Araguari, Araguari-MG

  • Siqueira E
  • Martines R
  • Nogueira-Ferreira F
  • 35

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • N/A

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

RESUMO: Os Meliponina tem ocorrência restrita a áreas tropicais e subtropicais e é na Região Neotropical que possuem a maior diversidade de espécies. A maioria faz seus ninhos preferencialmente em ocos de árvores, no entanto, algumas espécies podem nidificar em cavidades no solo, em cupinzeiros ou formigueiros (abandonados ou ativos), em ninhos de pássaros desativados ou em paredes de casas. Esse trabalho relata a ocorrência de algumas espécies de abelhas sem ferrão e descreve a arquitetura dos ninhos, em uma região do Rio Araguari (S18°44'56.9 " / W48°16'17.5 "), Araguari -MG. Espécies ameaçadas de extinção como Partamona ailyae, P. combinata e Melipona rufiventris, foram encontradas, incluindo dois ninhos de Trigona hypogea que há 52 anos não era registrada em Minas Gerais. T. recursa e T. fulviventris que são pouco comuns em áreas secas, também foram registradas e seus ninhos avaliados. Esses resultados reforçam a necessidade e a importância de programas de conservação em áreas de vegetação nativa no Triângulo Mineiro. PALAVRAS-CHAVE: Abelhas sem ferrão. Arquitetura de ninhos. Locais de nidificação. INTRODUÇÃO As abelhas Meliponina popularmente conhecidas como abelhas sem ferrão ou abelhas indígenas, são insetos sociais de grande diversidade e de ampla distribuição geográfica (SAKAGAMI, 1982; ROUBIK, 1989). A maioria faz seus ninhos preferencialmente em ocos de árvores. Algumas espécies podem nidificar em cavidades no solo, em cupinzeiros ou formigueiros (abandonados ou ativos), em ninhos de pássaros desativados ou em paredes de casas. Outras constroem ninhos expostos ou semi-expostos em galhos de árvores ou fendas em rochas. Cada espécie tem uma estrutura peculiar na entrada do ninho, que geralmente a identifica. A entrada do ninho é formada por um tubo de cera ou cerume, cujo comprimento varia com a espécie, sendo ausente em algumas (CAMARGO, 1989). A densidade de ninhos de abelhas em uma área pode ser modificada por queimadas ou desmatamentos porque reduzem o número de locais disponíveis para a nidificação (OLIVEIRA et al., 1995). Outro fator que pode modificar a densidade de ninho em um local é a maior oferta de locais para nidificação. Os municípios de Uberlândia e Araguari ainda perfazem uma quantidade enorme de fragmentos de vegetação. Nessas áreas nativas, existem muitas espécies de abelhas sem ferrão, que correm o risco de desaparecer, devido ao desmatamento, sem que sejam conhecidas e estudadas. Nesse grupo de abelhas, encontra-se Melipona rufiventris, uma espécie que está na lista de animais ameaçados de extinção, para o estado de Minas Gerais (MACHADO, 1998). O presente estudo vem contribuir para o conhecimento das espécies de abelhas sem ferrão existentes na região do Vale do Rio Araguari e, servir de suporte para futuros trabalhos visando à conservação de áreas naturais. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é relatar a ocorrência de algumas espécies de abelhas sem ferrão e descrever a arquitetura dos ninhos, em uma região do Rio Araguari, Araguari -MG.

Author-supplied keywords

  • DOUTORADO
  • Meliponini - Cap2

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

Authors

  • E L Siqueira

  • R B Martines

  • F H Nogueira-Ferreira

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free