Treino cognitivo em adultos maduros e idosos: impacto de estratégias segundo faixas de escolaridade

  • Teixeira-Fabrício A
  • Lima-Silva T
  • Kissaki P
 et al. 
  • 17

    Readers

    Mendeley users who have this article in their library.
  • N/A

    Citations

    Citations of this article.

Abstract

Objetivou-se com este estudo testar a eficácia de treino cognitivo de seis sessões, baseado na apresentação e prática de estratégias de memória (categorização) e na realização de atividades que recrutam as funções executivas, oferecido a idosos. Objetivou-se, também, identificar e comparar as estratégias mnemônicas utilizadas pelos participantes antes e após treino, segundo faixas de escolaridade. Participaram do estudo 31 idosos, divididos em Grupo 1 (com até 8 anos de escolaridade) e Grupo 2 (com 9 anos ou mais). Foram aplicadas questões sociodemográficas, escalas cognitivas e uma lista de estratégias possíveis para identificação das estratégias usadas. Os resultados indicaram a influência da escolaridade no uso de estratégias de memória no pré-teste. No pós-teste, apontaram para aumento na velocidade de processamento e na utilização de estratégias. Concluiu-se que o uso de estratégias, a autoeficácia para a memória e o ganho após o treino cognitivo podem ser influenciados pela escolaridade.

Get free article suggestions today

Mendeley saves you time finding and organizing research

Sign up here
Already have an account ?Sign in

Find this document

Authors

  • Aline Teixeira-Fabrício

  • Thaís Bento Lima-Silva

  • Priscilla Tiemi Kissaki

  • Marcela Guidetti Vieira

  • Tiago Nascimento Ordonez

  • Thalita Bianchi de Oliveira

Cite this document

Choose a citation style from the tabs below

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free