Turismo de base comunitária: Uma abordagem na perspectiva da análise de clusters

  • Teixeira F
  • Vieira F
  • Mayr L
N/ACitations
Citations of this article
4Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

O Turismo de Base Comunitária (TBC), que se pratica no Brasil, embora reconhecido como uma importante estratégia de desenvolvimento local apresenta problemas. A sua composição básica assemelha-se à do cluster de empresas. O conhecimento sobre formas de organizações como clusters poderia servir ao estudo e análise de TBC, contribuir para a solução dos seus problemas e favorecer o seu desenvolvimento no território brasileiro. O modelo de cluster de Porter (1998) talvez sirva à análise de projetos de TBC, afinal envolve variáveis comuns a ambas as formas de organização, como localização geográfica, cooperação e compartilhamento de recursos. Este artigo tem como objetivo estudar de que forma a abordagem da análise de cluster poderia contribuir para o TBC em Florianópolis, Santa Catarina. Para tanto, realiza-se uma breve revisão da literatura sobre a temática e sua discussão com base em Porter, de dois Projetos de TBC existentes neste município. Da análise depreende-se que, a formação de parcerias com agências de turismo, a estruturação da governança endógena, a participação de entidades públicas além das já envolvidas nos Projetos e a formação dos comunitários para o empreendedorismo são as principais necessidades identificadas. A cultura local individualista é, por outro lado, o maior desafio a superar.

Cite

CITATION STYLE

APA

Teixeira, F. R., Vieira, F. D., & Mayr, L. R. (2019). Turismo de base comunitária: Uma abordagem na perspectiva da análise de clusters. Turismo Visão e Ação, 21(2), 02. https://doi.org/10.14210/rtva.v21n2.p02-21

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free