Uso de mapas conceituais na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral 1: uma estratégia em busca da aprendizagem significativa

  • Zarpelon E
  • Resende L
  • Pinheiro N
N/ACitations
Citations of this article
11Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Inevitavelmente as relações entre educação, sociedade e instituições de ensino englobam questões conflitantes como a reprovação. Em particular, na busca pela compreensão do fenômeno da reprovação no Cálculo Diferencial e Integral 1, a dificuldade dos alunos frente a conteúdos matemáticos básicos é apontada como uma das principais causas para sua ocorrência, fato que se evidencia nas pesquisas de Rehfeldt et al. (2012), Santarosa e Moreira (2011), Cavasotto e Viali (2011), Sarubbi e Soares (2009), Cury e Bisognin (2006), Cury (2005, 2000), Cury e Cassol (2004). Muitas vezes, essas dificuldades indicam que tais conteúdos não foram aprendidos significativamente. Assim, o objetivo deste estudo é apontar, perante a teoria da Aprendizagem Significativa de Ausubel, os Mapas Conceituais como uma alternativa a ser explorada na disciplina a fim de tornar o processo ensino-aprendizagem do Cálculo Diferencial e Integral 1 mais eficaz, de modo a proporcionar uma possibilidade para que ocorra a aprendizagem significativa.

Cite

CITATION STYLE

APA

Zarpelon, E., Resende, L. M. M. de, & Pinheiro, N. A. M. (2015). Uso de mapas conceituais na disciplina de Cálculo Diferencial e Integral 1: uma estratégia em busca da aprendizagem significativa. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, 8(2). https://doi.org/10.3895/rbect.v8n2.2986

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free