Formação em psicologia comunitária e os seus contributos pedagógicos para a participação cívica

  • Ornelas J
  • Vargas-Moniz M
N/ACitations
Citations of this article
14Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Neste trabalho procura-se documentar os processos através dos quais a formação académica avançada pode contribuir para o aprofundamento da formação cívica dos estudantes e para gerar novos polos de liderança e/ou mudança social em contextos sociais diversificados. Descreve-se o percurso do ensino da Psicologia Comunitária como formação especializada no âmbito da Psicologia e como curriculum formativo autónomo, bem como o debate sobre as competências profissionais neste domínio científico-pedagógico. Apresentam-se os resultados de um questionário sobre competências sociais e profissionais em Psicologia Comunitária e da Análise SWOT com estudantes de Mestrado e Doutoramento que serviram de base para a avaliação da formação pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (http://www.a3es.pt/pt). A análise dos resultados permite concluir que os diplomados em Psicologia Comunitária escolheram causas cívicas diversificadas nos seus percursos profissionais e que utilizam as competências formativas adquiridas no seu percurso formativo na sua prática profissional. Através da análise qualitativa dos dados recolhidos através de análise SWOT, realça-se a relevância atribuída à liberdade de escolha durante o percurso formativo e as oportunidades de contacto com realidades sociais diversificadas. A participação em contextos comunitários tem permitindo compreender melhor a complexidade da aplicação prática dos princípios, bem como do papel que pode desempenhar a investigação com base em pressupostos de relevância e utilidade para o desenvolvimento dos indivíduos, grupos e/ou comunidades.With this paper we aim to document how advanced academic training may contribute towards the students' civic engagement, and to generate renovated social and community leadership in diverse social contexts. We described The development of teaching Community Psychology as a special domain within Psychological Sciences, and as an autonomous curriculum, including the debate about scientific and professional competencies in that scientific-pedagogical field. The results presented derive from a survey on social and professional competencies on Community Psychology to current students of the Master's and Doctoral Programs, which, together with the results of a SWOT Analysis, formed the basis for the curriculum evaluation by the Portuguese National Agency for Evaluation and Validation of Higher Education (http://www.a3es.pt/pt). The results indicate that the graduate students have chosen diversified civic causes in their professional careers, and they use the competencies acquired during their training in their professional affairs. The qualitative data of the SWOT Analysis emphasizes that the students consider relevant the freedom of choice during the training, and the opportunity of contact and participation within diverse social realities, that facilitate the understanding of the practical application of principles, as well as the role of research anchored in assumptions of relevance and utility for the development of individuals, groups or communities.

Cite

CITATION STYLE

APA

Ornelas, J., & Vargas-Moniz, M. (2014). Formação em psicologia comunitária e os seus contributos pedagógicos para a participação cívica. Educar Em Revista, (53), 39–58. https://doi.org/10.1590/0104-4060.36580

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free