Nursing actions before and after a protocol for preventing pressure injury in intensive care

  • Vasconcelos J
  • Caliri M
N/ACitations
Citations of this article
48Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

Ações de enfermagem antes e após um protocolo de prevenção de lesões por pressão em terapia intensiva a Nursing actions before and after a protocol for preventing pressure injury in intensive care Acciones de enfermería antes y después protocolo preventivo de lesiones por presión en terapia intensiva Resumo Objetivo: Avaliar as ações dos profissionais de enfermagem, antes e após utilização de protocolo de prevenção de lesões por pressão, em Unidade de Terapia Intensiva. Métodos: Estudo observacional, prospectivo, comparativo, do tipo antes e depois, com abordagem quantitativa, realizado em hospital de ensino, na Paraíba. Foram observadas as ações de enfermagem durante 38 banhos no leito antes e 44 depois do protocolo. Resultados: Após uso do protocolo, observou-se maior frequência das ações: avaliação do risco para lesões por pressão nos dias subsequentes à admissão (p < 0,001), observação de proeminências ósseas (p < 0,001) e aplicação de hidratante (p < 0,001), em todas as regiões corporais, elevação do paciente do leito na movimentação (p < 0,001), proteção de proeminências ósseas do joelho (p = 0,015) e elevação do calcâneo (p < 0,005). Conclusão: A maior frequência de ações preventivas após uso do protocolo demonstra a importância dessa ferramenta na adoção das recomendações baseadas em evidências científicas pelos profissionais. Palavras-chave: Lesão por Pressão; Assistência de Enfermagem; Unidades de Terapia Intensiva; Segurança do Paciente. AbstRAct Objective: To evaluate the actions of nursing professionals before and after using a protocol for preventing pressure injuries in an intensive care unit. Methods: An observational, prospective, before and after comparative study, using a quantitative approach, was carried out in a teaching hospital in Paraíba. Nursing actions were observed during 38 bed baths before the protocol and 44 afterwards. Results: After using the protocol, a greater frequency of actions was noted: assessment of risk for pressure injuries on days following admission (p < 0.001), observation of bony prominences (p < 0.001) and application of moisturizer in all body regions (p < 0.001), lifting the patient from the bed during repositioning (p < 0.001), protection of knee bone prominences (p = 0.015), and elevation of the calcaneus (p < 0.005). Conclusion: The higher frequency of preventive actions after using the protocol demonstrates the importance of this tool in the adoption of evidence-based recommendations by professionals. Resumen Objetivo: Evaluar las acciones de profesionales de enfermería antes y después de utilización de protocolo preventivo de lesiones por presión, en Unidad de Terapia Intensiva. Métodos: Estudio observacional, prospectivo, comparativo, tipo antes y después, de abordaje cuantitativo, realizado en hospital de enseñanza de Paraíba. Se observaron acciones de enfermería durante 38 baños en lecho antes y 44 después del protocolo. Resultados: Después de aplicarse el protocolo, se observó mayor frecuencia de acciones: evaluación del riesgo de lesiones por presión en días siguientes a admisión (p < 0,001), observación de prominencias óseas (p < 0,001) y aplicación de hidratante (p < 0,001) en todas las regiones corporales, elevación del paciente del lecho en el movimiento (p < 0,001), protección de prominencias óseas de rodilla (p = 0,015) y elevación del talón (p < 0,005). Conclusión: La mayor frecuencia de acciones preventivas posteriores a uso del protocolo demuestra la importancia de la herramienta para que los profesionales adopten recomendaciones basadas en evidencias. Palabras clave: Lesión por Presión; Atención de Enfermería; Unidades de Cuidados Intensivos; Seguridad del Paciente. EEAN .edu.br 2 Escola Anna Nery 21(1) 2017 Prevenção de lesões por pressão Vasconcelos JMB, Caliri MHL INTRODUÇÃO Nos últimos anos, em todo o mundo, a discussão sobre a segurança do paciente e a busca por qualidade na prestação dos cuidados à saúde tem recebido atenção especial. Em 2009, a Organização Mundial de Saúde definiu segurança do paciente como a redução ao mínimo aceitável do risco de danos des-necessários durante a atenção à saúde.

Cite

CITATION STYLE

APA

Vasconcelos, J. de M. B., & Caliri, M. H. L. (2017). Nursing actions before and after a protocol for preventing pressure injury in intensive care. Escola Anna Nery - Revista de Enfermagem, 21(1). https://doi.org/10.5935/1414-8145.20170001

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free