A violência na Venezuela: renda petroleira e crise política

  • Briceño-León R
N/ACitations
Citations of this article
4Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

O presente artigo analisa as mudanças na violência ocorridas na Venezuela nos últimos quarenta anos, relacionadas com os altos e baixos da renda petroleira e com a crise política no país, fatos que contribuíram para um aumento nas taxas de homicídios: de 7 por cem mil habitantes em 1970 a 12 em 1990; 19 em 1998; e 50 no ano de 2003. O artigo caracteriza a Venezuela como sociedade rentista e, a partir daí, faz uma retrospecção cobrindo desde a violência rural até os inícios da violência urbana, o movimento guerrilheiro dos anos 60, a criminalidade resultando da abundância dos recursos petroleiros e a violência em decorrência da revolta popular e dos saques ocorridos em 1989 em Caracas. Em seguida são analisados os golpes de Estado de 1992 e o impacto que a violência política exerceu sobre a violência criminal. Descrevemos as mudanças políticas e partidárias no país e sua influência sobre a estabilização das taxas de homicídios em meados dos anos 90, assim como seu considerável aumento durante o governo Chávez. O artigo conclui com uma análise da situação atual, fala sobre a proibição de publicar dados estatísticos sobre homicídios e faz uma reflexão sobre a perspectiva de ainda mais violência na Venezuela.This article analyzes the changes in violence in Venezuela during the last forty years. It links the ups and downs of the oil revenues and the political crisis of the country to the changes in the homicide rates, which increased from 7 per 100 thousand inhabitants in 1970 to 12 in 1990; 19 in 1998; and 50 in 2003. The article characterizes Venezuela as a rentist society and shows its trajectory from rural violence to the beginning of urban violence, the guerilla movements of the 60s, the delinquent violence related to the abundance of oil revenues and the violence during the popular revolt and the sackings of 1989 in Caracas. After this, we analyze the coups d'état of 1992 and the influence the political violence exerted upon criminal violence.We describe the political and party changes in the country, their influence upon the stabilization of homicide rates since the mid-90s and their remarkable increase during the H. Chávez government. The article finishes with an analysis of the current situation, the official prohibition to publish statistics on homicides and with some thoughts about the perspective of greater violence in Venezuela.

Cite

CITATION STYLE

APA

Briceño-León, R. (2006). A violência na Venezuela: renda petroleira e crise política. Ciência & Saúde Coletiva, 11(suppl), 1223–1233. https://doi.org/10.1590/s1413-81232006000500012

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free