Apropriação e ordenamento territorial na zona costeira no estado do Rio de Janeiro: grandes corporações ou as políticas públicas?

  • Gusmão P
N/ACitations
Citations of this article
8Readers
Mendeley users who have this article in their library.

Abstract

O presente artigo reproduz aproximadamente uma apresentação feita pelo autor como participante da mesa-redonda A Urbanização do Litoral: Formas de Apropriação do Território organizada pela Anpur na 62ª Reunião Anual da SBPC, realizada em 2010, em Natal, RN. Assim como no caso da exposição, o propósito deste texto é o de fazer provocações acercada influência (gritante) das grandes corporações no processo de (re)ordenamento do território brasileiro e enfatizar o papel (até aqui acessório) das políticas públicas nesse processo. Visando dar foco a tais provocações, é analisado o caso da zona costeira do estado do Rio de Janeiro, mais especificamente o trecho sob a influência do Porto de Itaguaí, localizado na baía de Sepetiba. Palavras-chave: desenvolvimento e ordenamento territorial; zona costeira; cidades e regiões portuárias; políticas públicas; grandes corporações. Abstract: The purpose of this paper is to discuss the increasing influence of some corporations in the reorganization process of the Brazilian territory, emphasizing the role (up to this moment, secondary) of the public policies in this process. Focusing on this discussion, the coastal zone of the State of Rio de Janeiro is analyzed, more specifically the area under the influence of the Itaguaí harbor. Considering the new and unusual context of investments which takes place in the State of Rio de Janeiro, some elements that should take part of an agenda for the management of the space under influence of this important port are discussed. Keywords: territorial development and planning; coastal zone; port cities and regions; public policy, corporations.

Cite

CITATION STYLE

APA

Gusmão, P. (2010). Apropriação e ordenamento territorial na zona costeira no estado do Rio de Janeiro: grandes corporações ou as políticas públicas? Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, 12(2), 23. https://doi.org/10.22296/2317-1529.2010v12n2p23

Register to see more suggestions

Mendeley helps you to discover research relevant for your work.

Already have an account?

Save time finding and organizing research with Mendeley

Sign up for free